Berinjela assada da Rita Lobo e uma retratação necessária

Vento no Rosto - Produção de Textos e Livros – Fotos e Vídeos

(16) 99119-2552
Vento no Rosto - Produção de Textos e Livros – Fotos e Vídeos

Palavras ao vento

berinjela-assada

Uma retratação necessária – berinjela assada

Preâmbulo – berinjela assada, a 4ª receita. Por sugestão da nossa leitora Didi (que por um presente da vida, é minha mãe), passo a inserir nos artigos os links para as referidas receitas. Nada mais justo! 😌

Berinjela assada – a escolha da receita

Feita em metades, com suaves incisões na superfície, a berinjela assada da Rita Lobo é muito prática (além de deliciosa!). Como tenho esse livro há algum tempo, eu já conhecia esta receita, pois tinha feito outras vezes, por isso sabia que era tão boa.

E foi justamente a facilidade do preparo que motivou a minha escolha. Esta foi uma semana com feriado e, portanto, mais curta e mais corrida. Eu precisava de uma receita realmente prática.

berinjela-assada-receitaA propósito, fiquei pensando como a Julie Powell conseguiu fazer 524 receitas do livro de culinária de Julia Child em apenas 365 dias! E sem deixar o trabalho de lado!! Eu confesso que estava bem cansada quando fui para a cozinha desta vez. E olha que estou apenas na 4ª receita! Mas há coisas que precisam ser feitas mesmo em meio à agitação e ao cansaço. C’est la vie!

Outro motivo é que a Rita Lobo (minha Julia Child ❤️) sugere esta berinjela assada para a segunda sem carne. Então, foi a pedida ideal para a Sexta-feira Santa. Aliás, era para ser um dia de sacrifício e comida simples, ao menos foi assim que minha mãe me ensinou.

Mas com as receitas do Panelinha fica difícil ter uma comida simples. Por mais que sejam fáceis e práticos, os pratos ficam deliciosos! O Dex e eu nos sentimos até um pouco culpados por estar comendo tão gostosamente nesse dia! 😬

Um detalhe importante

Agora tem um detalhe: a berinjela ficou bem macia porque deixei um pouco mais no forno, seguindo uma antiga recomendação da minha tia Wilma Laino, que quando ensinou a receita de uma berinjela recheada com ricota e azeitonas pretas, me deu algumas dicas de como deixá-la macia.

Eu sei, o tempo de cozimento varia de forno para forno, mas o fato é que deixei um tanto a mais do que manda a receita. Ficou tão gostosa que poderia até ser desmanchada em um mixer, transformando-se em um delicioso patê. E aqui cheguei em outro ponto importante: preciso fazer uma retratação!

A retratação necessária

No artigo anterior, eu comentei que aprendi cedo com a Rita Lobo que um dos segredos para qualquer prato ficar bom, é contar com ingredientes de boa qualidade. Contudo, muito antes que eu conhecesse a Rita Lobo, a minha tia Wilma Laino já tinha me dito isso. Estávamos em sua enorme mesa de jantar degustando um dos belos pratos recomendados por ela e preparados cuidadosamente pela Luci, sua fiel escudeira.

livro-viagens-sabores
Livro editado pela Wilma Laino

Aliás, quando completou 80 anos, essa minha tia editou o livro Viagens e Sabores para dar de presente aos seus convidados. Em deliciosos relatos, ela revisita e compartilha conosco o seu interesse pelas artes, pela música e pela gastronomia.

E registra as inesquecíveis experiências vivenciadas em Bordeaux, Périgord, Paris, Canadá, Toscana, Oriente Médio, Varsóvia, Nova Iorque, Chicago, Londres, Itália, Viena, entre tantos outros lugares.

Um livro de dar água na boca pela vida. Aliás, essa minha tia é um exemplo. Já que falei dela, deixe-me contar um pouquinho mais de uma história que ela mesma relata em seu livro.

Uma mulher valente

80-anos-wilma-laino
Da esq. para a dir.: Didi (minha mãe), Wilma Laino, Marisa, Rita (minha irmã) e moi.

Durante 70 anos, a tia Wilma lutou com uma progressiva deficiência visual que, por vezes, beirava a cegueira total. Essa dificuldade fez dela uma mulher corajosa e capaz de enfrentar as adversidades da vida como desafios a serem transpostos e ponto. Não havia para ela a opção de reclamar e não fazer nada, ao contrário, ali sempre teve muita ação.

E sempre teve muito apoio também. Quando menina, seus pais – Assunta e Vicente – estiveram presentes em todas as suas consultas médicas. E mais tarde, o apoio veio de sua companheira de todas as horas, a tia Marisa (por sincronismo e alegria da vida, minha madrinha), e da Luci.

Por incentivo de sua mãe, uma mulher adiante de seu tempo, a tia Wilma Laino estudou e seguiu a carreira jurídica, apesar das dificuldades visuais. E que carreira! Com sua mãe, aprendeu a ser destemida e tenaz e desbravou novos horizontes. Foi assim que nos ensinou, nos diversos encontros, almoços e jantares que a vida nos permitiu, a correr atrás de nossos sonhos.

Até me empolguei ao relatar parte dessa trajetória, porque esta é realmente uma história fascinante. Com seu jeito prático (como o da Rita Lobo), a tia Wilma se achegou em nossa família e vem deixando grandes lições. ❤️

Bem, foi com ela que aprendi, então, que preciso de bons ingredientes para pratos de qualidade, certo? Falando nisso, preciso ir ao mercado, hoje é sábado, dia de abastecer a geladeira e ir para a cozinha. A bientôt!

Galeria de fotos

Não deixe de espiar as fotos do @dexcamargo, tem uma mais linda que a outra!

3 respostas para “Uma retratação necessária – berinjela assada”

  1. Amei, como sempre! Mas cadê o link da receita? Tenho uma berinjela linda na geladeira e vou tentar fazer como a sua. Mas não sei como! No seu artigo, realmente a justiça foi feita. A Wilma tem nos dado grandes lições pela vida afora. Múltiplas lições? E entre elas, algumas de culinária, imbatíveis! Agradeçamos a Deus porque a Wilma existe e é parte integrante de nossa grande, linda e querida Família!

    • Eba!! Que bom que gostou! 😀 Para acessar a receita, basta clicar em cima da frase “berinjela assada da Rita Lobo”, que fica azul no texto. Aí você será direcionada para o site dela, o Panelinha. Beijinhos.

  2. Obrigada. Vc sabe que esta sua seguidora não é expert em informática. Se não tem uma neta por perto – que sabe tudo, até xadrez ela está me ensinando a jogar! – ela, a sua seguidora, precisa de tudo muuuito bem explicadinho, nos seus mííínimos detalhes! Então hoje vou fazer a berinjela! Sem fotos! Depois eu conto!. Bjs doces.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Receba Nossas Novidades

Cadastre-se para receber as nossas novidades e dicas.

Contato


    Endereço

    São Carlos - SP

    Telefone

    (16) 99119-2552

    Email

    suzana@ventonorosto.com.br

    andre@ventonorosto.com.br